Qual a relação entre Criatividade e Psicodrama?

O Psicodrama, instrumento prático das teorias de Jacob Levy Moreno, tem como um de seus alicerces a espontaneidade. Por sua vez, a espontaneidade é o componente essencial da criatividade. No Psicodrama, a representação dramática libera o fluxo das expressões individuais espontâneas. As técnicas psicodramáticas, baseadas na teoria dos papeis, trabalham a originalidade, a mobilidade e a flexibilidade. O objetivo é a elaboração de respostas adequadas a novas situações, que é a própria definição de criatividade. Portanto, a relação entre criatividade e Psicodrama é, na realidade, uma relação de simbiose, de coexistência intrínseca e essencial.

Alicerces teóricos do Psicodrama

Moreno considerava o ser humano como um ser gregário, um ser em relação. Além disso, estava convencido da incompletude do homem, em constante moldagem pelo ambiente onde está inserido. Da mesma maneira, o meio social é também responsável pelos problemas psicológicos que o indivíduo apresenta ou apresentará.

A metamorfose ou cura está condicionada ao encontro vivo, no aqui e agora, entre as pessoas. O Psicodrama representa a estratégia para que o indivíduo abandone o seu casulo e se abra para novas abordagens existenciais.

Moreno baseou a metodologia sobre seis pilares:

  • Espontaneidade e criatividade;
  • Empatia;
  • Tele;
  • Co-inconsciente;
  • Teoria dos papeis;
  • Matriz de identidade.

Relação entre Criatividade e Psicodrama

Portanto, a criatividade é uma das bases do Psicodrama. Por um lado, ela requer um universo aberto, onde existam a mudança e a novidade. Por outro lado, a plasticidade e a capacidade de adaptação humanas permitem a criação de situações de transformação.

LEIA MAIS:
Benefícios do Psicodrama Organizacional nas empresas
Quando o Psicodrama é aplicado como psicoterapia?
Como trabalhar o Psicodrama em 3 etapas

Para que um momento seja transformador, deve ocorrer uma mudança na situação, suficiente para que haja a percepção da novidade. Essa assimilação passa a ser o aquecimento preparatório para um estado espontâneo. Por esse motivo a dramatização é perfeita para uma remodelagem, pois representa o fascínio de uma folha em branco.

A criatividade e o novo homem

O Psicodrama é uma terapia de diagnóstico e tratamento, cujo objetivo é a construção de uma existência espontânea e criativa. Como resultados de sua aplicação, o indivíduo percebe sua mente mais aberta e propensa à originalidade, assertividade e integração.

A criatividade é o ingrediente central do Psicodrama, porque Moreno percebeu sua importância crucial para um viver saudável. Para ele, é uma forma não conservável de energia, fundamental para novas respostas a antigas situações.

Não é um mero comportamento casual. Na relação entre criatividade e Psicodrama, cria-se uma intencionalidade que leva a um resultado construtivo.

Como um ser cultural, o homem, ao longo da vida, cristaliza algumas formas de ser, estar e pensar. O Psicodrama estimula o exercício da criatividade, fazendo com que o indivíduo aja e reaja com prontidão, coerência e flexibilidade. Que esteja atento às alternativas, elimine a rigidez e represente seus papeis com desenvoltura.

 Conheça mais sobre a relação entre criatividade e Psicodrama em qualquer uma de nossas federadas. Acesse o portal da FEBRAP e se abra a novas e criativas experiências profissionais.

 

Criado com Area de Membros WP